O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) teve o segundo menor Índice de Produtividade de Magistrados (IPM) entre os Tribunais de Justiça do Brasil em 2018, superando apenas o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“A produtividade média caiu, mas por quê? Se temos 100 magistrados e o Tribunal nomeia mais 30 no final do ano, eles consideram como se fosse o ano todo, ou seja, aumenta o julgamento numérico, mas a média cai”, justificou o presidente, desembargador Sebastião Ribeiro Martins.

“Somos um Tribunal de pequeno porte, precisamos de mais recursos para investirmos em tecnologia e avançarmos cada vez mais”, pontuou o presidente do TJ-PI.

Dê sua opinião: