O prefeito Firmino Filho (PSDB) defendeu a necessidade de renovação do PSDB. Segundo ele, o partido não pode ser "agência de votos para deputados estaduais".

Firmino diz que o partido precisa voltar a ter um bandeira no Estado. Ele defende a renovação de lideranças da sigla no Piauí.

"Temos que sentar e definir a renovação das lideranças. A princípio um processo de reconstrução para em 2020 ter uma presença maior no Estado. O PSDB não pode ser agência de votos para deputados estaduais. Pelo contrário, o partido tem que ter uma bandeira e significado da mesma forma que a nível nacional", destacou.

Após o pleito de 2018, Firmino foi criticado por tucanos, como o deputado estadual Marden Menezes. O parlamentar criticou a falta de apoio do prefeito à candidatura do partido nas eleições. Marden é citado para ser candidato a prefeito da Teresina em oposição ao candidato que terá o apoio de Firmino.

O prefeito tucano afirma que a legenda precisa aprender com os erros de 2018. Segundo ele, a derrota do partido já era prevista. Naquele ano, o partido indicou Luciano Nunes como candidato a governador.

"O PSDB errou na estratégia. Foi uma estratégia equivocada. A derrota foi anunciada. O que passou, passou. Deve servir de  lição para não se cometer mesmos erros do passado. Na vida se acerta e erra. Quando se erra temos que ter humildade para reconhecer e aprender com os erros. É  importante que o partido possa se resinificar para continuar tendo um papel importante", defendeu Firmino.

Firmino espera que o partido saia unido da disputa de 2020.

"Espero que sim. Todas as questões serão devidamente encaminhadas. Teremos a sucessão do diretório municipal, em seguida do estadual, e por último o diretório nacional. Queremos ter uma sintonia com o diretório Nacional. Existe um movimento de renovação do PSDB em nível nacional. Esse movimento é capitaneado pelo governador de São Paulo, João Doria. Temos mantido contatos  e queremos participar desse processo, entender  para onde o partido vai marchar. Estamos encerrando um capítulo, de transição. Nova geração assume o partido. Não tenho dúvida que deve ser uma agenda sintonizada com o momento do país", disse.


Via cidadeverde.com

Dê sua opinião: