O secretário de Segurança Pública do Piauí, deputado federal Fábio Abreu (PL), reagiu às críticas do presidente da Associação dos Oficiais Militares do Estado, Major Diego Melo que, em entrevista, o chamou de covarde e o acusou de ter abandonado os policiais e bombeiros militares.

Abreu não deixou por menos e disse que o Major não tem respaldo para falar em segurança já que está agindo motivado por interesses políticos e não em prol da categoria.

“Não conheço a história dele como alguém que colaborou com a polícia. Ele não tem respaldo para falar de segurança, nunca moveu uma palha em prol da categoria. Todos os policiais sabem que a questão dele é política. Ele quer tirar proveito de uma situação. Eu trato diretamente com os policiais que estão no batente, com os oficiais, com os praças. Com aqueles que realmente constroem todos os dias a nossa polícia. Esses têm todo o meu respeito”, rebateu o secretário em entrevista, nesta segunda-feira (15).

Abreu também negou a fala de Major Diego que afirmou que o secretário não teria recebido um grupo de militares para tratar de algumas demandas. 

“Eu recebi sim as reivindicações e as encaminhei para o governador. Só não houve o contato direto [com o grupo de militares] pelo motivo que já falei, porque minha atenção é para quem ajuda a construir a nossa polícia e não para aqueles que só querem tirar proveito, que agem politicamente”, frisou o deputado federal.


Com informações do GP1.

Dê sua opinião: