O sócio-diretor da empresa Houer Concessões, Fernando Lannatti, apresentou, nessa segunda-feira (22), à superintendente de Parcerias e Concessões do Estado, Viviane Moura, o planejamento de trabalho para atualização dos estudos que embasarão a modelagem do projeto de parceria público-privada da Rodovia Transcerrados, PI 397.

Participaram da reunião representantes da Associação dos Produtores de Soja do Estado do Piauí (Aprosoja), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans).

Segundo Viviane Moura, desde o início de abril que a consultoria está desenvolvendo o trabalho com o intuito de atualizar os estudos acerca da modelagem de PPP da Transcerrados, que foram desenvolvidos há cerca de 10 anos. O trabalho, segundo a gestora, contará com atualização sobre o mapeamento da rodovia, zona de influência e intercessão, a análise das rodovias que interferem, a contagem do tráfego, entre outros pontos.

O diretor-executivo da Aprosoja, Rafael Maschio, afirmou que a conclusão da Transcerrados vai acelerar o crescimento da produção de grãos na região sul do estado. Atualmente, a produção é de 3,5 milhões de toneladas de grãos por ano e, segundo ele, a expectativa é de que esse número dobre. 

“Tivemos um crescimento de 7% no ano passado em todo o complexo. Isso mesmo diante das dificuldades de infraestrutura, gestão fundiária e de mercado. Mas nossa média anual é de 15%. Nosso diferencial é que temos muitas áreas em consolidação, ou seja, o potencial de crescimento ainda é muito grande”, frisou Maschio.

“A expectativa é que o estudo seja concluído ainda em junho deste ano, para que possa ser submetido à licitação em julho, após análise do Conselho Gestor. Acreditamos que, ainda neste ano, seja contratado o projeto para a PPP dessa importante rodovia, que implica diretamente no crescimento econômico do estado”, completou Viviane Moura.

Dê sua opinião: