A 43ª edição do Encontro Nacional de Folguedos foi lançado oficialmente, durante solenidade na manhã desta segunda-feira (19), no Palácio de Karnak, com a presença do governador Wellington Dias. O evento já é tradicional no calendário cultural do estado e conta com shows musicais, apresentações de grupos de manifestações folclóricas como bumba meu boi, reisado, capoeira, quadrilhas, além de barracas de comidas típicas. 

Há 43 anos, o Encontro Nacional de Folguedos do Piauí é palco de grandes manifestações culturais do estado e do Brasil. Desde 1974, sua história e consolidação estiveram associadas ao fortalecimento das manifestações folclóricas piauienses. Inicialmente, o Encontro era realizado durante três dias no Teatro de Arena, localizado na Praça da Bandeira.

Este ano, o evento tem como tema “Entre fitas e encantos”, simbolizando o poder das fitas e das cores nas atividades culturais. As fitas de cetim estão presentes em diversas manifestações como as Fitinhas do Senhor do Bonfim, a Dança das Fitas, e o Bumba Meu Boi, tão característico e presente no Encontro de Folguedos e da cultura piauiense.

Outra novidade este ano é a homenagem a pessoas que foram fundamentais na inserção e criação dos Folguedos e que, por muitos anos, fizeram o encontro ser um dos maiores eventos culturais do Brasil. O Palco das Tradições homenageia a ex-diretora da Secult, Ana Alaíde, que faleceu este ano e participou ativamente da criação e organização do evento. O palco principal faz homenagem ao decorador Ulisses Lustosa e a praça de alimentação vai se chamar Gerson Mourão, ex-funcionário da Secretaria de Cultura.

O governador destacou o papel importante que o evento desempenha para a economia. 

]"Os Folguedos garante uma força econômica com a presença de grupos de outros estados e municípios. Garante uma força na gastronomia, artesanato, hospedagens, turismo e tudo aquilo que é necessário nesse trabalho. Faço aqui um convite para que todos os piauienses possam participar dessa edição e prestigiar todas nossas atrações", comentou Wellington Dias.

Para o coordenador de Comunicação do Estado, Allisson Bacelar, o evento é uma oportunidade para destacar e fazer com que o piauiense conheça o que existe no Piauí. 

"A edição desse ano do festival vem com a intenção de fortalecer todas as características e potencialidades que temos na área cultural. São riquezas que precisamos destacar e mostrar ao piauiense. Teremos atrações locais, nacionais e cada um vai poder ir lá conferir, participar e também se divertir. É o momento para prestigiar várias atividades culturais que são desempenhadas e realizados no estado em só um local, em um grande festival que é o Folguedos", disse.

“Costumo dizer que é um grande momento no Piauí, no qual as pessoas têm oportunidade de fazer uma comunhão com a cultura popular que é produzida no nosso estado. É um evento que reúne grupos folclóricos do nosso estado e de outros estados também e com certeza grandes atrações musicais, com artistas nossos como Gonzaga Lu; João Cláudio Moreno, Soraya Castelo Branco e Flávio Moura, que formam o grupo Melhor de Três; mas também grandes atrações nacionais como Solange Almeida, Paula Fernandes e outros grupos e bandas, que vão se apresentar no período de 21 a 25 na Vila Olímpica do Albertão. Acredito que devemos repetir o que acontece em todos os anos, os Folguedos geralmente movimenta cerca de 200 mil pessoas durante o período do evento”, disse o secretário de Cultura Fábio Novo. 

Durante a solenidade, o secretário de Cultura informou ainda sobre o andamento do Plano de Cargos e Salários dos Servidores da Secult. 

"É uma luta histórica dos servidores da Secretaria de Cultura e nós aprovamos isso na Assembleia Legislativa do Piauí, faltava fazer apenas algumas correções e elas foram finalizadas agora pela Secretaria de Administração. Agora o plano chegou ao Palácio de Karnak e será publicado e ai nós vamos implementar. É uma vitória extraordinária para esses servidores que são muito aguerridos", disse Fábio Novo. 

Dê sua opinião: