Na manhã desta terça-feira (21/05), a delegada Anamelka Cadena foi nomeada em solenidade de posse na sede da Secretaria de Segurança, como a nova Diretora de Gestão Interna da Secretaria de Segurança Pública do Piauí. 

Em entrevista, a delegada afirmou que esse novo desafio vai trazer uma vertente muito maior, que é encarar outras problemáticas. 

“Temos pauta como a violência contra criança, idoso, meio ambiente, enfim tem um leque de ações que devem ser desenvolvidas em colaboração com todos os policiais e servidores que atuam na segurança pública para que a gente possa estar na frente de vários enfrentamentos a violência trazendo mias segurança para a sociedade”, declarou.

Para a delegada, são vários os projetos nesse novo cargo. 

“Temos projetos principalmente com relação a violência contra a mulher, naturalmente pela vivência de todos esses anos com esse trabalho na prática a gente consegue alinhando aos estudos a necessidade de algumas ações voltadas principalmente aos impactos, ações mais operacionais, e essa é uma das propostas que a gente vai apresentar aqui. A gente viu que todos esses casos de feminicídio que vem sendo acompanhados desde que eu estava na Delegacia do Feminicídio e depois no Departamento Estadual de Proteção a Mulher eu avaliei a dinâmica dessas práticas e percebemos que ainda temos a necessidade de conscientização”, disse. 

Anamelka declarou ainda que os policiais militares serão capacitados para agir junto com a Secretaria de Segurança. 

“A questão do pronto atendimento foi muito contemplada com essa alteração da Lei Maria da Penha, permitindo que em locais que não seja sede de comarca o policial possa aplicar a medida protetiva e a maioria deles vão ser policiais militares, então a Polícia Militar em parceria com a Secretaria de Segurança está desenvolvendo um protocolo para que os policiais sejam capacitados e possam aplicar essa medida protetiva com segurança garantindo esse atendimento a mulher e nós estamos nesse trabalho de qualificar cada vez mais o serviço”, afirmou.


Com informações do Portal Meio Norte.

Dê sua opinião: