A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, descartou ter pedido ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) para deixar o cargo em Brasília.

Ela afirmou que ficará no cargo “até onde o presidente aceitar e até onde a minha saúde suportar”. 

“Eu não vou sair deste governo. Nós estamos com tantos projetos iniciando agora. Tem tanta coisa pra fazer e não há intenção de deixar o governo”, garantiu Damares à rádio Guaíba, de Porto Alegre.

Damares respondeu à matéria da revista Veja dando conta da sua saída por conta de cansaço e necessidade de cuidar da saúde. Ela evitou atacar a publicação: 

“Não é fake news, mas um mal entendido”.

Dê sua opinião: