O governador Wellington Dias participou, nesta segunda-feira (03), da abertura do “Seminário de Preparação para Gestores Estaduais”. O evento, realizado pelo Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), em parceria com a Controladoria-Geral do Estado (CGE-PI), segue até quarta-feira (05), com o objetivo de capacitar os gestores e estimular a maior eficiência na Administração Pública estadual.

“O evento visa, com base na realidade do dia a dia, o acompanhamento de convênios, prestação de contas, balanço, ou seja, preparar as equipes em cada área. Tivemos mudanças, portanto é necessário acompanhar o desempenho de todos. O objetivo do estado é cumprir a lei, o processo legal e, a partir desse encontro, teremos uma equipe bem mais segura para gerar resultados positivos para o povo do Piauí”, destacou Wellington Dias.

No seminário, os secretários estaduais, diretores e assessores assistem a palestras com temas variados que fazem parte da rotina da administração, como licitações e contratos, transferências voluntárias, reforma da previdência e o impacto no serviço público. 

“É um evento importante, principalmente para os novos gestores que entram com a responsabilidade de dar continuidade ao trabalho e melhorar os serviços prestados”, disse a vice-governadora, Regina Sousa.

Segundo o presidente do TCE, Abelardo Vilanova, a finalidade é evitar que erros sejam cometidos nas principais atividades da Administração Pública. 

“Não é uma tarefa simples para quem não tem experiência, portanto o treinamento é fundamental. Aqui, o TCE passará orientações sobre controle subsequente e a CGE sobre controle preventivo, de modo que consigamos ter uma gestão eficiente do ponto de vista econômico, legal do ponto de vista jurídico e alcançar o objetivo maior, que é promover o desenvolvimento e reduzir as desigualdades no Piauí”, explicou Vilanova.

De acordo com o controlador-geral do Estado, Marcio Sousa, o evento ainda colabora para consolidar a política de transparência de gestão e contas públicas. 

“A responsabilização passa pela transparência. Os piauienses que pagam tributos têm o direito de receber serviços públicos de qualidade, em quantidade suficiente para satisfazer as suas necessidades e também ter informações sobre como os gestores estão utilizando o dinheiro e gerando o que com isso. Dessa forma, a sociedade pode julgar a eficiência, equidade e, sobretudo, a moralidade da gestão pública”, afirmou o controlador.

Dê sua opinião: