O deputado Evaldo Gomes, presidente estadual do Solidariedade, confirmou seu retorno à base governista após se reunir na tarde desta quinta-feira (30) com o governador Wellington Dias (PT), no Palácio de Karnak.

De acordo com parlamentar, o convite para retornar à base partiu do próprio governador e foi aceito por ele, a deputada Marina Santos, e ex-prefeito Marcos Vinícius, líderes do Solidariedade. 

“Vamos retornar para a base. Tomamos essa decisão por um simples gesto do governador de nos procurar. […] Eu não sou um desconhecido do governo, já participei do governo e fui vice-líder. Por uma questão de divergências pontuais, em termos de estratégia eleitoral, tive que sair da base. O convite para retornar partiu do governador, acho que isso prova que ele é uma pessoa sem mágoas, desprovida de ódio, e ao mesmo tempo humilde. Também prova que ele gosta da nossa atuação e tem respeito. então, isso pesa muito na hora da gente tomar uma decisão”, afirmou Evaldo.

Com a confirmação do retorno de Evaldo Gomes, a base aliada de Wellington passa a contar com 27 deputados na Assembleia.

O Solidariedade fará indicação técnica no governo Wellington. 

“Eu acho que ele vai sim sinalizar para algum espaço administrativo. Eu acho que não vai demorar muito. Essa questão vai ser breve. Eu disse para ele ficar bem a vontade. […] Se houver indicação será técnica, temos muitos quadros no partido: advogados, administradores, contadores..”, disse Evaldo.

Dê sua opinião: