A vice-governadora Regina Sousa disse durante entrevista na última sexta-feira (30/08), que vai defender que o PT lance candidato à Prefeitura de Teresina em 2020. Ela afirmou que para se firmar, todo partido deveria lançar nome próprio para se fortalecer e não ficar limitado apenas a “uma junção de letras”.

“Sempre defendi candidatura própria. Todo partido deveria ter candidatura própria. Num eventual segundo turno é que se escolhe quem apoiar, mas os partidos só vão ser grandes, se firmar como partido, deixar de ser só uma sigla, uma junção de letras, quando disputarem os espaços que forem colocados para ele. Para que um partido existir, se todo ano ele só apoia os outros, nunca disputa nada? Não vai crescer nunca”, alertou a vice.

Nomes

Alguns nomes do PT já acenaram para a possibilidade de se colocar à disposição do partido. O vereador Dudu Borges e Franzé Silva são exemplos, embora o deputado estadual tenha anunciado recentemente que não estaria mais a disposição devido a uma falta de consenso nas discussões para eleição interna da legenda.

Aliança

Outro cenário que tem sido bastante citado nos bastidores é a possibilidade do PT se aliar a outra sigla e fazer dobradinha em chapa majoritária. Nesse contexto tem sido falado com frequência em uma eventual união entre petistas e o secretário de Segurança, deputado federal Fábio Abreu (PL), que não esconde a disposição para ser candidato ao Palácio da Cidade.


Via GP1.

Dê sua opinião: