Em entrevista na última segunda-feira (17), o deputado federal Paes Landim comentou sobre sua relação com o ex-senador João Vicente Claudino que, recentemente, substituiu Landim na presidência do PTB no Piauí.

Apesar de dizer que não guarda mágoas de JVC após ser descartado do Partido, o deputado federal admitiu que não teve mais contato com o ex-senador a quem ele desejou sorte na missão à frente da sigla.

“Não tenho mágoa. O presidente nacional interviu no diretório do partido, achou que era melhor para o partido no Piauí o comando dele [JVC] e espero que isso se realize. Eu nunca mais conversei com ninguém a respeito do assunto. Depois disso eu só o vi duas vezes”, falou o parlamentar.

Após anos no PTB a relação entre Landim e João Vicente desandou depois que o ex-senador conseguiu, por intermédio do presidente nacional do partido Roberto Jefferson, tirar o deputado federal da direção da legenda. O fato gerou um verdadeiro mal-estar entre os envolvidos.

Os dois deputados estaduais da agremiação, Nerinho e Janainna Marques chegaram a ameaçar a mudar de partido, caso, Landim não repassasse a presidência para JVC.

Em recente entrevista, Landim revelou que já havia deixado os quadros do PTB e que o MDB seria o destino de interesse dele.

“Evidente que a minha vontade pessoal, a minha escolha, a minha opção é o MDB, me dou muito bem com o senador Marcelo Castro”, disse Landim na oportunidade.


Com informações do GP1.

Dê sua opinião: