“Falta de respeito”, disparou Elizeu Aguiar sobre seu rebaixamento na comissão do diretório municipal do PSL em Teresina. Em entrevista nesta quinta-feira (18), Aguiar disse que foi “apunhalado pelas costas”.

O ex-deputado federal estava confirmado para assumir a primeira vice-presidência da sigla no evento que empossava o Capitão Anderson como presidente municipal do PSL, mas na hora da solenidade, percebeu que havia sido rebaixado para a segunda vice-presidência. Sua vaga ficou para o empresário Walter, conhecido como "Rei das Motos".

Elizeu ponderou que “Walter é um homem decente que engrandece o partido”, mas avaliou que foi “falta de respeito” não ter sido comunicado da mudança.

“A minha indignação foi a falta de respeito de não me comunicar. O que custaria pegar um telefone e dizer? Então fizeram uma mudança, sem comunicação nenhuma. Mas aí quando você chega no evento, dou entrevista como primeiro-vice, porque até então era o que tinham me dado e você vai para o evento e há uma mudança, aí acho que você começa a perder o respeito para com a pessoa, a decência”, desabafou Elizeu.

Elizeu disse que ainda não conversou com o presidente estadual da sigla, o vereador Luís André, mas teceu fortes críticas ao partido, que segundo ele, rejeitou “quem tem voto”.

“Nunca vi um partido rejeitar quem tem voto e absorver gente que só tem garganta, que só fala. Há uma imaturidade dentro do PSL muito grande, as pessoas falam demais, mas não tem votos, não tem ação. Na política o que manda é mandato, sem mandato, o segundo é voto”, disparou.

Entenda

Durante a posse da nova mesa diretora do diretório municipal do PSL, o ex-deputado Elizeu Aguiar deixou a sede da sigla por se sentir desprestigiado com a mudança de primeiro para segundo-vice-presidente.


Via GP1.

Dê sua opinião: