Em sessão solene realizada nesta segunda-feira (19), no auditório da Casa de Núcleos da Defensoria, foram empossados no Conselho Superior da Defensoria, os conselheiros eleitos para o biênio 2019/2021. A sessão foi prestigiada por defensores públicos, servidores, estagiários e familiares dos empossados. A solenidade foi conduzida pelo presidente do colegiado e defensor público geral, Erisvaldo Marques dos Reis.

Foram empossados os conselheiros titulares Roosevelt Furtado de Vasconcelos Filho, Alessandro Andrade Spíndola, Jeiko Leal Melo Hohmann Britto, Andrea Melo de Carvalho e Francisco de Jesus Barbosa. Tomou posse ainda a conselheira suplente Dayana Sampaio Mendes Guimarães. Haradja Michelliny de Figueiredo Freitas Freitag, também conselheira suplente, teve ausência justificada por se encontrar em ação na Semana da Justiça Pela Paz em Casa e será empossada posteriormente, em sessão ordinária do colegiado.

A defensora pública Sheila de Andrade Ferreira, diretora cível da Defensoria e integrante da composição anterior do colegiado, falou em nome dos seus pares, oportunidade em que deu as boas-vindas aos novos integrantes. “Quero falar sobre deveres, diligência e lealdade, que sempre devem nortear as ações do conselho. Trata-se de uma experiência enriquecedora que dá uma nova visão da instituição. Muitas das metas alcançadas fazem parte de uma gestão participativa. Essa composição que se finda foi oxigenada, enriquecedora. Ressalto aqui a altivez da Hildeth Evangelista, que quando esteve à frente do colegiado introduziu o voto da presidência e o equilíbrio, sensatez e prudência do atual presidente, Erisvaldo Marques, que conduz uma gestão produtiva e eficiente. Os desafios são permanentes, mas o colegiado mantém um padrão de excelência. Queremos desejar um mandato exitoso aos hoje empossados”, disse Andrade. 

Em nome dos empossados, falou o conselheiro Roosevelt Vasconcelos Filho. “Os desafios são enormes, sérios, mas teremos que enfrentar. A ideia é aproximar  a normatividade  do conselho da realidade  da instituição, otimizando as demandas dos nossos assistidos, sempre com a prioridade absoluta de  dar voz aos vulneráveis. Sabemos que existe uma dificuldade orçamentária e financeira, embora com nossa autonomia, de se concretizar esses objetivos,  mas a luta vai ser constante nesse sentido de tentar ajudar da melhor forma possível, juntamente com os colegas do Egrégio Conselho Superior e com a gestão do excelentíssimo defensor-geral, buscando essa organização da Defensoria enquanto instituição, na consolidação da autonomia e otimização das demandas, sejam dos assistidos, como também dos colegas e membros da instituição”, destacou Vasconcelos.

Também se manifestaram o vice-presidente da Associação Piauiense de Defensores Públicos, Arilson Pereira Malaquias, e o ouvidor-geral externo da Defensoria, Nayro Victor Lemos Resende Leite. Arilson Malaquias destacou, como representante da classe, a necessidade de expansão da Defensoria. “São pontos que não podemos deixar de tocar, como a questão do concurso público que nos permitirá avançar ainda mais para o engrandecimento da Defensoria”, disse o vice-presidente da Apidep.

Nayro Victor afirmou que o Colegiado tem possibilitado um grande aprendizado. “Quero destacar minha gratidão aos antigos integrantes, com quem muito aprendi e que mudaram muitos dos meus conceitos. Aos que chegam nossos parabéns pela posse e o desejo de muito sucesso”, falou Lemos.

Erisvaldo Marques deu as boas-vindas aos novos conselheiros e agradeceu aos que deixaram a composição, destacando os desafios que esperam aqueles que estão chegando ou retornando ao colegiado. “Fazer parte do conselho, em outros termos, é um compromisso e uma responsabilidade a mais com a Defensoria Pública. Não se ganha nada a mais em termos financeiros,  mas adquire  importante experiência profissional. Quem dá o nome para o cargo de conselheiro deve ser visto como uma pessoa que quer contribuir de forma efetiva, analisando e votando temas de relevante interesse da instituição. Aos que estão deixando o colegiado quero externar meu agradecimentos pelos ensinamentos e pela grande produtividade, com qualidade e eficiência. Aos que chegam, quero dizer que contem comigo, contem com os demais membros natos do Conselho Superior, para que consigamos cada vez mais fortalecer a Defensoria Pública”, afirmou o defensor público geral.

Dê sua opinião: