O Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI), por meio do promotor Galeno Aristóteles Coelho de Sá, denunciou o desembargador Erivan José da Silva Lopes, do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Galeno pede o afastamento do desembargador e justifica apontando ligação entre Erivan e o tabelião Manoel Barbosa do Nascimento Filho e Caio Cézar Arêa Leão Barbosa, responsáveis pelo cartório do município de Luis Correia, no litoral do Piauí.

Manoel Barbosa e Caio Cézar são alvos da operação Terras Nullius, que investiga grilagem de terras no litoral do Piauí.

Na denúncia, Galeno aponta “estreita e questionável relação” entre Erivan e Manoel Barbosa.

O desembargador concedeu liminar em habeas corpus revogando a prisão de Luis Nunes Neto, genro do prefeito de Parnaíba, Mão Santa, durante plantão judiciário posterior à deflagração da operação Terras Nullius.


Via Senadinho.

Dê sua opinião: