O deputado estadual Henrique Pires (MDB) repudiou, na sessão desta segunda-feira (23), da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), as declarações do senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) contra o senador Elmano Férrer (Podemos-PI) por ter retirado sua assinatura do projeto que pede a criação da CPI da Lava Toga.

A CPI tem como objetivo investigar ‘condutas ímprobas, desvios operacionais e violações éticas' por parte dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e por membros de tribunais superiores.

“Esse Kajuru é uma diarreia eleitoral, não sei como o povo de Goiás foi eleger uma pessoa dessas”, disparou Henrique Pires.

O parlamentar disse ainda que Kajuru não tem moral para falar de Elmano porque responde a processos judiciais. 

“Ele não é mais primário. Elmano foi eleito por um grupo político forte e só assinou a CPI e depois retirou o apoio porque viu o parecer jurídico dos procuradores do Senado”, afirmou.

Entenda o caso

Elmano Férrer foi um dos 27 senadores que assinaram o pedido para abertura da CPI. No entanto, no dia 19 de setembro, ele retirou o apoio após pressão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM).

Com o recuo de Elmano, não há assinaturas suficientes para a abertura da CPI, que precisa contar com o apoio de 27 senadores e que agora passa a ter apenas 26 nomes.


Via GP1.

Dê sua opinião: