Governadores do Nordeste se reuniram, nesta segunda-feira (29), em Salvador (BA), e lançaram o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste. O acordo visa a cooperação entre os nove estados da região em demandas de interesse em comum, como desenvolvimento social, econômico e ambiental. A programação é realizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Para o governador Wellington Dias, trata-se de um momento histórico para a região, uma vez que o Nrdeste unido tem potencial para crescer como o Brasil. 

“Eu fiquei muito feliz porque, após a criação do consórcio, aqui em Salvador, fizemos nossa primeira reunião. Foi uma conversa muito produtiva em que aprovamos o projeto que cria uma alternativa para garantir médicos nos municípios que precisam, qualificação voltada para as áreas em diversas regiões do Piauí e do Nordeste”, declarou.

De acordo com a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, a conjuntura de crise pela qual passa o país dá ainda mais relevância aos esforços dos nove estados em torno de um bem comum. 

“Nós vamos juntos em busca de investimentos para a região. É meta tornar o Nordeste mais competitivo, inclusivo e, consequentemente, produtivo. Estamos com uma agenda sincronizada com o Plano Nacional de Desenvolvimento Regional do Nordeste. Além disso, seguimos atentos a agenda internacional, no que diz respeito a busca de investimentos privados para que a gente possa avançar na direção daquilo que queremos”, conclui.

Entre os encaminhamentos tomados pela cúpula do Consórcio, está a apresentação do plano Nordeste Conectado, que pretende dar condições de implementação de tecnologia de alta qualidade que garanta comunicação móvel e via internet em toda a região. O projeto deve ser apresentado formalmente no segundo encontro do grupo, agendado para Teresina, em agosto.

“Podemos antecipar a ideia de ter um plano de ação conjunto de conectividade e compartilhamento de dados e sistemas de informática. Isso possibilitaria que toda a área de educação possa ter um sistema único e isso faria com que tivéssemos a mesma base de dados, rateando custos para o desenvolvimento e melhoramento desses sistemas”, pontua o presidente do Consórcio e governador do estado da Bahia, Rui Costa.

Na saúde, foi acordada a criação de um plano de atenção à saúde básica nos moldes do programa Mais Médicos. O objetivo é atender a demanda reprimida de profissionais de saúde em regiões mais isoladas. A medida chega menos de um ano depois do encerramento da parceria entre a União com Cuba, que proporcionava a atuação de médicos daquele país no em zonas desassistidas no Brasil.

Da mesma forma, os chefes do executivo dos nove estados estudam criar uma rede de inteligência para combater o tráfico de armas na região.  A expectativa é que o trabalho em conjunto possa reduzir os índices de violência.

Sobre o Consórcio Nordeste
O Consórcio Nordeste foi criado em abril de 2019, a partir de assinatura de Protocolo de Intenções entre os nove estados que compõem a região, para a atuação em nove áreas prioritárias: desenvolvimento econômico; infraestrutura; meio ambiente; articulação política, jurídica e institucional; desenvolvimento social; ciência, tecnologia e inovação; segurança pública; desenvolvimento da gestão; comunicação pública e estatal. 

A iniciativa dos noves estados nordestinos tem o propósito de gerar maior cooperação política, econômica e social para alavancar o crescimento da região.

Dê sua opinião: