Secretários estaduais de Saúde de todos os estados nordestinos se reuniram nesta terça-feira (27), em Salvador (BA) para avançar na implementação do primeiro edital de compras coletivas, que os estados querem publicar ainda neste mês. A reunião foi coordenada pelo governador da Bahia, Rui Costa.

O encontro faz parte das ações do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste que tem como um de seus principais defensores o governador Wellington Dias e objetiva realizar o Registros de Preços para compras compartilhadas de Medicamentos, Equipamentos, material Hospitalar e Gases Medicinais, otimizando a gestão e reduzindo os custos.

Esta é uma ação inédita e histórica no país. Os estados da região estão definindo uma série de compras conjuntas para otimizar a gestão e reduzir os custos de insumos. A primeira delas será na área de saúde, incluindo equipamentos e remédios. O primeiro lote de registro de preço deve ser divulgado nas próximas semanas”, explica Florentino Neto, secretario estadual de Saúde.

O objetivo da organização é estabelecer compras conjuntas em diversas áreas, reduzindo o custo na aquisição de bens e serviços. Outra proposta do Consórcio é atrair investimentos para os estados da região.

O projeto

A compra compartilhada consiste na aquisição de grande quantidade de itens, de uma só vez, a fim de que o fornecedor consiga reduzir o custo com a produção, repassando a economia ao consumidor, no caso, o poder público. A proposta é que os governos dos entes federativos integrantes do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central possam comprar mais medicamentos, insumos e equipamentos gastando menos.

O projeto foi desenvolvido para oferecer soluções inovadoras para a área da saúde dos Estados consorciados, com previsão de que venha proporcionar uma grande economia.

Dê sua opinião: