O Diretório Estadual do PT decidiu negar aos 2,5 mil novos filiados ao partido o direito de votar no Processo de Eleições Diretas (PED), confirmando decisão do Diretório Municipal de Teresina. Cabe recurso à Executiva Nacional.

A votação que terminou em 7 a 2 não teve a presença do presidente estadual da sigla, deputado Assis Carvalho. 

“O Assis nem apareceu. Ele evitou colocar o DNA dele nessa decisão que tenho certeza que será derrubada pela Nacional”, falou o vereador Dudu, que também é candidato ao comando do PT.


Com Informações do Senadinho.

Dê sua opinião: