A arruaça promovida pela senadora Kátia Abreu (MDB-TO) na sessão preparatória do Senado para a eleição do seu presidente, surrupiando documentos da Mesa Diretora, poderá render abertura de processo no conselho de ética, por quebra de decoro, se depender de senadores ainda inconformados com a presepada. Também a tentativa de fraudar a eleição será objeto de investigação no Senado, como já antecipamos. 

A arruaça impressionou a senadora Selma Arruda (PSL-MT) juíza aposentada habituada a meter na cadeia corruptos e bandidos.

Para Selma Arruda, isso não pode ficar assim. 

“É preciso que o Senado promova rigorosa investigação para apurar responsabilidades”, disse.

O senador Eduardo Gomes (TO) acha que imagens da TV Senado e da segurança mostrarão rapidamente quem enxertou os votos na urna.


Com informações do Diário do Poder. 

Dê sua opinião: