A frase do poeta Renato Russo é um tapa na casa da sociedade moderna. A letra foi escrita na década de 1980 mas está cristalizada, mais fortemente, nos dias atuais, onde as relações humanas se notabilizam por completos atos de desumanidade. Aqui não falo de princípios religiosos ou outros similares. Me refiro a essência humana, fato que deveria nos diferenciar de qualquer outra espécie viva, nos colocando na mais completa e absoluta superioridade diante delas.

Não é o  que vemos no espelho, quando nos deparamos diante dele.

Lá está nosso reflexo. Lá estamos, deformados, modificados, transformados em máquinas predatórias da nossa mesma espécie. Sentimentos nobres, como amizade, respeito e solidariedade substituídos por egoísmo, inveja, tirania e outros da mesma linhagem, todos elevados a máxima potência.

Chegamos ao fundo do poço.

Nossa geração, a mesma que atingiu avanços marcantes e históricos no âmbito da ciência e tecnologia é a mesma que ficará notabilizada por ter destruído os valores mais determinantes a que nos mantivéssemos na mais absoluta condição de humanidade.

Nos perdemos no meio do caminho.

O que vale agora, mais do que nunca, como forma de chamar a atenção e se sobrepor ao outro,  é destruir reputações, atacar honras, desqualificar, manchar, por em xeque, dissimular, teatralizar sentimentos e fomentar discórdias.

A que ponto chegamos !

E ainda nos damos ao luxo de criticar, apontar o dedo e nos indignar com o assassino que rouba e mata com arma em punho, chamando-o de monstro e desalmado, nos sentindo superiores a ele e exigindo sua exemplar punição.

Que diferença há entre os que matam com bala e os que fazem o mesmo usando seus poderes de mando e controle absoluto das estruturas de poder?

Não foi o espelho que veio com defeito de fábrica. Somos nós que estamos deformados.

Se há tempo pra conserto, aí já não sei.

Tony Trindade é Jornalista e radialista com mais de 30 anos de carreira, é o atual Diretor-Executivo da TV Antena 10, afiliada Rede Record no Piauí. Apresenta o programa Bancada Piauí, atua também no marketing político e é o titular deste blog.

Dê sua opinião: