O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) admitiu nesta quarta-feira (20) que a reforma da Previdência proposta por Michel Temer em 2017 fracassou, na verdade, por má-fé. Ao receber a nova proposta do presidente Jair Bolsonaro, Maia disse que viu a tentativa anterior “ser descontruída com falsas informações”. Maia fez o alerta para que a reforma de Bolsonaro não tenha o mesmo destino que a de Temer. 

Rodrigo Maia reiterou que o desafio é mostrar aos brasileiros que eles têm sido instrumento de manipulação de “poucas pessoas”.

Não por acaso, a apresentação da proposta de reforma da Previdência aos jornalistas, pela equipe econômica do governo, durou cinco horas.

Nos bastidores e à imprensa, Maia fala do exemplo de Portugal, que precisou cortar 30% das aposentadorias antes de aprovar sua reforma.


Via Diário do Poder.

Dê sua opinião: