O Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu abrir processo disciplinar contra o prefeito de Picos, Padre Walmir. Ele é acusado de infidelidade partidária nas eleições de 2018.

Padre Walmir votou em Paes Landim (PTB) para deputado federal; Severo Eulálio (MDB) para deputado estadual; e Wilson Martins (PSB) – candidato majoritário de coligação adversária do governador Wellington Dias (PT) – para o Senado.

O líder do governo na Câmara, Evandro Paturi, também é alvo de processo – por infidelidade – no PT. Entre as punições cabíveis está a expulsão com base no Código de Ética e Disciplina.


Via Senadinho.

Dê sua opinião: