A promotora Karine Araruna Xavier determinou a abertura de inquérito civil público para apurar acúmulo ilegal de cargos pela secretária municipal de Finanças de Picos, Antônia Maria de Sousa Leal, e a coordenadora de Habitação e Urbanismo, Cláudia Mônica de Sousa Dantas.

Antônia Leal assumiu a pasta das Finanças no dia 23 de maio de 2017. Ela foi indicada pelo marido, vereador Rinaldinho (Progressistas). Cláudia Mônica Dantas foi indicada pelo vereador Wellington Dias (PT).

A promotora determinou ainda que oficie-se o prefeito de Picos, Padre Walmir, para que se manifeste acerca dos fatos em 10 dias.

As duas foram denunciadas pelos vereadores Chaguinha, Zé Luis e Dalva Mocó. Todos se elegeram na base aliada do prefeito e romperam com Padre Walmir.


Via Senadinho. 

Dê sua opinião: